Intergaleria | Quadros . Molduras . Telas . Gravuras . Posteres . Espelhos . Mapas

copia-de-arnaldo-bataglini

Obra “sem título” I – Arnaldo Battaglini

NOSSOS TAMANHOS

R$ 1800.00 ou até 3x de R$ 600.00

Moldura

ou até 3x de R$ 600.00

R$ 1800.00

 

 

 

Tema: Abstrato

Tamanho Gravura:

75 x 100cm

 

Tiragem: P.A

Gramatura do papel: 300gr

Assinada à lápis pelo autor.

Material: Litografia ou litogravura é um tipo de gravura que envolve a criação de marcas (ou desenhos) sobre uma matriz (pedra calcária ou placa de metal) com um lápis gorduroso. A base dessa técnica é o princípio da repulsão entre água e óleo.

Obs: As gravuras sem moldura são vendidas sem passe-partout

REF: GRAB02

Sobre o Autor


Arnaldo Battaglini

Arnaldo Baptista de Souza Battalhini (São Paulo SP 1953). Escultor, gravador, desenhista, designer de jóias. Muda-se para Londres em 1975, onde faz uma série de cursos relacionados às artes visuais. Estuda pintura, desenho e gravura na Wimbledon School of Art, entre 1976 e 1977 história da arte na Middlesex Polytechnic, gravura na Morley College, sob a orientação de Birgit Sköld e desenho na Sir John Cass School of Art e no Camden Arts Centre, entre 1978 e 1979. De volta ao Brasil, em 1980, estuda no Centro de Estudos e Artes Visuais Aster, com orientação de Regina Silveira (1939) e freqüenta o ateliê de Sérgio Fingermann (1953), entre 1981 e 1982, ambos em São Paulo. Entre 1984 e 1989 é coordenador do Atelier de Livre Expressão em Artes Plásticas do Museu Lasar Segall - projeto de grande alcance social - e idealizador e coordenador do 1º e 2º Circuito Atelier Aberto, evento paralelo às 19ª e 20ª edições da Bienal Internacional de São Paulo. Em 1994 concebe e coordena o 1º Intercâmbio de Artistas Gravadores Brasileiros e Britânicos. Elabora o tapete Arnaldo para a Cia. de Tapetes Ocidentais, São Paulo, em 1997. De 1997 a 1999 desenvolve jóias de prata para o Cerimonial do Palácio do Itamaraty, em Brasília. Premiado no 1º Concurso Nacional de Arte Pública Tridimensional de Guairá, em 2006. Comentário Crítico Arnaldo Battaglini começa a expor em 1976, quando reside em Londres, e dedica-se especialmente à gravura e ao desenho. Sua obra é marcada pela relação entre a gravura, a escultura e o desenho. Battaglini utiliza a gravura em metal, trabalhando, na década de 1980, com desenhos de folhagens, elementos marinhos, formas orgânicas e linhas sobre a chapa. Nos anos 1990 o artista recorta a chapa de metal com base nesses desenhos e molda arames de diferentes espessuras, gerando pequenas matrizes de formas e linhas diversas que são combinadas e impressas em um mesmo papel. Trabalha as matrizes entintadas ou como relevo seco. A pesquisa do artista com base na combinação espacial das formas e linhas na gravura leva-o a produzir esculturas baseadas nas relações entre linha e espaço e a elaborar jóias de prata. Suas esculturas são formas geométricas, por vezes baseadas no cubo, realizadas com latão, cobre ou ferro, compostas de diferentes planos e densidades de linhas. Tais esculturas são mostradas na parede, sobre fundo branco, a fim de ressaltar os jogos de perspectiva que se constroem a partir do ângulo em que o espectador a observa. Esses jogos são multiplicados com a atuação da luz sobre a obra, gerando sombras das linhas na parede. A partir de 2000, Battaglini produz tanto esculturas mais volumétricas, com mais planos e sólidos geométricos, quanto estruturas simples, como escadas e portas, referências recorrentes em gravuras do artista.

DEIXE A SUA AVALIAÇÃO

638568